sexta-feira, 27 de março de 2020

Panquecas de aveia



Num destes fins de semana experimentei esta receita de panquecas de aveia. 

Não são panquecas tradicionais, mas são muito saborosas e boas para a saúde.

Já conhecem?

Querem que eu partilhei a receita?

Beijos

Ana

sábado, 7 de março de 2020

Bolo de caneca



Estava com uma vontade enorme de comer uma coisa doce.

Como andava às voltas com as tarefas domésticas, tinha de ser algo rápido.

Fiz um bolo de chocolate na caneca no microondas.

Estava delicioso.

Ana

Planificação semanal


Como é que me organizo?

Tenho de ter tudo apontado. Para isso comprei um planificador semanal magnético para estar na porta do frigorífico.

Tenho sempre apontado as actividades extra-curriculares dos miúdos e quais os dias de educação física.

Semanalmente acrescento o dia do mês, quais as atividades extra dessa semana, o que vou cozinhar para o jantar de cada dia, e tenho uma coluna para ir apontando as faltas para fazer as compras.

Este é o meu método e resulta.

E vocês, como se organizam? 

Ana

Mousse de limão


Mousse de limão com base de bolacha. Que bom e fácil.

Bata uma lata de leite condensado com dois pacotes de natas, com sumo de 4 limões até estar consistente.

Numa travessa dispôr uma dúzia de bolachas picadas, Maria ou outras, e cobrir com a mistura.

Enfeitar com raspas de um limão.

Levar ao frigorífico e consumir bem frio. 

Maravilhoso e fresco. 

Ana

Horta em vasos


Quando me perguntam o que eu faria se me saísse o Euromilhões, eu respondo sempre,  que comprava umas galochas e umas codornizes para puder ter uma horta.

Desenganem-se quem pensa que só com muito espaço é que se consegue ter um horta, basta vasos.

Pois é. Por indicação da @aminhavidadedonadecasa descobri @horta_biologica_vasos , simplesmente espetacular  e sensacional.

Consegue cultivar em vasos, legumes lindos, grandes e apetitosos.

Fica aqui registado o meu enorme interesse em ver mais publicações com muitas dicas de cultivo.

Já conhecem? Dêem uma espreitadela.

Ana

Destralhar









Uma casa com pouca coisa ou com apenas o necessário, não requer tanta energia, nem tanto tempo, nem tanto dinheiro para organizar / arrumar.

Cada vez mais se fala em destralhar, e confesso que é uma tarefa que me traz tranquilidade e satisfação pessoal.

Se todos os dias destralharmos um objeto, ao final do ano serão menos 365 coisas a encher o nosso espaço.

Todos os dias tenho tentado destralhar.

Num dia enviei 2 sacos de roupa para dar, noutro reciclei vários garrafões de plástico (eu utilizo os garrafões do meu pai para trazer água da fonte do Alentejo, depois de vazios vão para o ecoponto), ontem arrumei 2 prateleiras da dispensa, e deitei fora 2 pacotes de piripiri e cereais, que estavam estragados.

E por aí, destralha-se? 

Ana

Dia das coisas velhas



Na sexta feira a minha tia Luísa, ofereceu - me esta caixa que supostamente iria para o lixo, mas a minha tia achou que era a minha cara.

O que estava lá dentro?

Um serviço de porcelana pintada à mão.

Foi à máquina de lavar e ficou impecável.

Realmente, o lixo de uns são os tesouros de outros. 

Ana